Carta aos meus filhos #119

Hoje despedimo-nos. É possível que nunca mais nos vejamos na vida. O que tem de ser tem muita força. Está certo assim, nunca fizémos mal a ninguém. Não me parece que isso esteja na nossa natureza. Só não entendo porque é que, uma vez mais, e por milagre, me apaixonei mas pela pessoa errada. Agarrou-me … Continue reading Carta aos meus filhos #119

Advertisements